Xúlio Zé,
UI Developer

“Um designer que mergulhou no código”

Em 2003 começo como designer gráfico: posters, discos e identidade. Paseninho achego-me ao océano do código, piso a areia do UX/UI, nado entre as ondas calmas do HTML/CSS, mergulho nas águas claras do JavaScript, desço até sentir a pressom do PHP e finalmente fito para o fundo, o escuro abismo dos sistemas.

O percurso transforma-me. Viro homem-peixe. Um designer que é quem de codificar os seu designs, ou um programador que pode desenhar as suas próprias interfaces. Alguém que che pode ajudar a:

  • Produzir narrativas e artefactos visuais que comunicam produtos–serviços.
  • Desenvolver interfaces fiéis ao desenho e de código fermoso.
  • Construir sistemas de design e escrever o código para a sua correcta implementação no front-end.
  • Desenvolver procedimentos para melhorar o trabalho entre os departamentos de UX/UI e Front-end.
  • Desenvolver sites em Wordpress/Woocommerce com templates próprios construídos ad-hoc, minimizando o uso de plugins e ligando-os a outras apps via REST API.

Atualmente faço parte de Making Science, trabalhando em remoto e com base em Sevilha.

Se o desejares, podes me contatar em ola@xulioze.com

Design

2003–08

Freelance.
Primeiros discos e posters.

2008–10

Sr. Lobo.
Direção de arte para publicidade em prensa de Nintendo España.

2010–14

Arinspunk.
Fundo o estúdio com a ajuda de Aurore Mandelbli.
Posters, identidade e muito packagin discográfico.

2014

Agencia RGB.
Narrativa e identidade da agencia.
UX/UI de Tronante, CMS próprio desenvolto pela agência.

2019

Freelance.
UX/UI para o site da fashion designer Denice Rydenfors.

2020

Freelance.
UX/UI para o site do estúdio Arinspunk.
UX/UI deste CV.
UX/UI para o blog O meu caderno.

Front-end

2003–08

Freelance.
Primeiros sites: tables, styles inline, frames…

2014

Agencia RGB.
Desenvolvo, implementando tecnologias responsive, o front-end do Tronante, CMS próprio da agência.

2014–19

Crepes&Texas (Making Science).
Muito front-end para sites desenvoltos com Worpdress e Wocommerce.
Desenvolvo, introduzindo tecnologia SCSS, o front-end do theme base usado na agência para todos os projetos Wordpress.

2019–21

i2TIC (Making Science).
Ajudo a desenvolver um framework para adaptar o trabalho de front-end às lógicas back-end dos projetos desenvolvidos com Wagtail (Django) e introduzir metodologias BEM e arquitetura ITCSS.
Tomo contacto com o Vue.js

Freelance.
Front-end para o site da fashion designer Denice Rydenfors.
Front-end para o site do estúdio Arinspunk.
Front-end deste site.
Front-end do Meu caderno, blog multilingue desenvolvido com Nuxt, [nuxt/content] e [nuxt/i18n].

Back-end

2010–14

Arinspunk.
Primeiros contactos com o PHP através de projetos com Joomla e Wordpress.

2014

Agencia RGB.
Tomo contacto com o ASP à hora de desenvolver o front-end do CMS da agência.

2014-19

Crepes&Texas (Making Science).
Muito back-end para sites desenvoltos com Worpdress e Woocommerce.
Desenvolvo o back-end do theme base usado na agência para todos os projetos Wordpress.

2019–21

i2TIC (Making Science).
Desenvolvo, a través da REST API de Wordpress, um sistema para ligar o site do Mutua Madrid Open com a sua app nativa (iOS/Android).
Tomo contacto com o Django a través de Wagtail.
Desenvolvo, a través da REST API de Wordpress, um sistema para importar no novo site de AQ Acentor as propriedades imobiliarias que têem alojadas no seu Salesforce.

Freelance.
Back-end (Wordpress) para o site do estúdio Arinspunk.

Sistemas

2003–21

Na descida espreitei bases de dados abissais, clouds gigantes, kubernetes luminiscentes… Entidades escuras e frias desse outro mundo, o abismo dos sistemas.

¡pez víbora! Cá não há cookies!